quarta-feira, 9 de setembro de 2009

O Bom Começo



“Dessa forma, unidos nestes mesmos objetivos, celebramos nossa comunhão, orando e agindo em prol da consolidação de um setor da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS), protagonizada pelos jovens (RENAS-Jovem)” Assim conclui a Carta Compromisso resultante do encontro dos jovens presentes no quarto Encontro Nacional da Renas, na tarde do dia 29 da agosto, na Catedral Presbiteriana do Rio.

A participação de Sider
O Encontro foi de fato uma experiência marcante para os 102 presentes ao Encontro. Ronald Sider, principal preletor do Encontro Nacional da RENAS, fez a abertura, com uma palavra desafiadora e muito motivadora para os jovens presentes, atentos às experiências daquele senhor que marcara uma geração. Acompanhado de seu tradutor, Sider marcou a consciência do público incipiente na caminhada da ação social com uma recomendação aparentemente simplista, mas cujo significado ultrapassa a simplicidade: “que Deus seja o centro”.
Sabatinado por diversas perguntas, Sider se mostrou a vontade em meio a um público curioso, ávidos por respostas esclarecedoras, transitando em temas como o extremismo para a esquerda ou para a direita, a dualidade entre o puro ativismo social e a espiritualidade quase mística, justiça, o risco de ser taxado de comunista/marxista por alguns “irmãos”, entre tantas outras questões. Didático, enfatizou a necessidade de fazer a diferença nas universidades e usar os talentos acadêmicos em prol do Reino e das pessoas. Simpático, exigiu que a última pergunta fosse feita por uma mulher, já que todas até então havia sido feitas por homens.

GTs e formação de RENAS-Jovem Nacional
A segunda parte do Encontro foi a divisão dos Grupos de Trabalho, que foram quatro. Cada GT gerou um documento final, cujos principais temas abordados e propostas levantadas foram inseridas na Carta Compromisso ao final de tudo. A Carta ainda foi aberta a discussão e alterações na plenária final, em que todos tiveram a oportunidade somar, até sair o seu resultado “definitivo”. Ao fim, com jovens do Rio Grande do Norte, Bahia, Ceará, Curitiba, São Paulo, entre outros Estados representados, cada representante de ao menos um Estado presente assumiu o compromisso de retornar para suas respectivas cidades com o desafio de articular e fomentar a construção e efetivação de uma rede RENAS-Jovem local, que caminhe para a consolidação de uma rede Nacional, que se integra a RENAS Nacional como um setor que abarca as temáticas concernentes a juventude contemporânea e estimule a formação e o despertar de jovens comprometidos com a transformação social, identificados com a mesma linguagem e causas comuns pertinentes de sua geração.

Ceia e comunhão
O fim do Encontro na poderia ser mais marcante naquela tarde, com uma ceia ministrada pelo pastor Clemir Fernandes, articulador da RENAS-Rio e uma espécie de “guru” da RENAS-Jovem Rio. Com ceia, estava selada a comunhão e a integração daqueles jovens presentes e o ponto de partida da RENAS-Jovem como uma rede nacional de juventude, caminhante e parceira dos desafios da RENAS Nacional, que agora, brinca-se, é RENAS “Clássica”.

Um comentário:

  1. Ola gente boa de Jesus!


    Ola irmão!


    Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdido nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!

    Por minha vez, já me tornei seu seguidor.

    Abraços em Cristo e Paz!

    Danilo

    http://www.genizahvirtual.com/

    ResponderExcluir